compartilhe:

Namoro à distância, rola?

Namoro à distânciaGraças a popularização da internet e a facilidade de comunicação que ela traz, a socialização está mil vezes maior do que a 10 anos atrás, e os namoros à distância tem ficado cada vez mais comuns.

Hoje, conversamos muito mais pela internet do que fora dela, e isso abre portas para conhecermos pessoas de outras cidades, estados ou até países. Conversamos com elas de longe, apenas por serem legais, e isso faz com que criemos um laço especial de amizade, sem ter nada físico relacionado. São só duas pessoas que gostam como a outra conversa, que verdadeiramente gostam da companhia uma da outra. Se apaixonar desse jeito é tão normal quanto se apaixonar por aquele menino bonito da escola.

Acontece que por mais que seja normal, não é nem de longe tão simples. É algo que é dificultado pela distância, que em si já traz milhares de outras dificuldades junto: a saudade, o ciúmes, a insegurança, o dinheiro gasto, a paciência necessária..  Tudo isso desanima e te faz pensar se vale mesmo a pena passar tudo isso só por gostar de uma pessoa.

relacionamento à distância O que não pensamos é que isso não passa de uma relação normal, como qualquer outra. Os detalhes são diferentes, mas a essência é a mesma, e é isso que importa. Se enxergarem isso, tudo passa a ser bem mais fácil. Um namoro sério à distancia é complicado, mas não impossível. Fora alguns olhares tortos e uns “mas como você consegue???”, é viável.

O primeiro passo para saber se vale a pena se envolver nisso é saber se a outra pessoa consegue manter também. Muita gente ainda acha que um namoro à distância não é algo sério, que não necessita de muito comprometimento, quando é exatamente o contrário disso. Uma relação à distância exige mais confiança, compreensão e paciência que uma relação usual. É preciso ter isso em mente.

Se seu medo de se deixar levar por uma é a carência, saiba que isso pode ser muito bem resolvido com a linda da tecnologia. Hoje em dia temos skype, whatsapp, planos de ligação e sms. Nada impede de você falar – e ver! – ele tanto quanto falaria se ele morasse no outro bairro. O mais importante vocês já vão ter: cumplicidade.

Ciúmes também é algo que deve ser muito bem conversado. Você não vai sair com ele, e ele muito menos vai matar toda a vida social dele por isso, assim como você também não vai. Vocês tem que ter a cabeça formada o suficiente para saber que vocês podem sim confiar um no outro, e deixar sair sem a desconfiança que vai ser traída.

É preciso se programar e fazer planos, e saber que isso é só momentâneo, que não vai ser assim para sempre. Os encontros que vão acontecer vão apenas aumentar a certeza de que é isso que vocês querem, e querem logo. Aproveite todos os feriados, faça hora extra no trabalho para poder faltar um dia e prolongar um fim de semana, procure bons lugares para ficar e, principalmente, se ajudem. Se uma relação perto não vai longe quando só uma pessoa se empenha, imagina uma à distância?

Namoro à Distância

Vai ter saudade? Vai. Ciúmes, brigas, besteiras, vontade de desistir, dúvidas? Vai também. Mas tudo isso vale a pena quando você se vê apaixonada por alguém que viu pouquíssimas vezes – ou até nem viu, só pelo jeito que conversam, que se dão bem, que se ajudam e se entendem. São as relações mais verdadeiras, onde aprendemos a ter paciência e a fazer concessões por alguém que está disposto a fazer o mesmo por você.

Autor:

Curte livros, podcasts e acha que o amor é importante. Adora azul, tem uma playlist só para cozinhar e só continua escrevendo porque disseram que ela era boa nisso.

Comentários deixe sua opinião sobre esse artigo

0 comentários em “Namoro à distância, rola?”

Deixe um comentário simpático :D