compartilhe:

Tô afim de comprar um skate!

Tem gente que já curtia, tem gente que aprendeu a gostar agora. Não importa. O skate voltou a ser bem popular e nós vamos falar sobre, exatamente pra quem quer começar, mas não sabe por onde.

Skate

O skate, como muita gente deve saber, foi criado na década de 70 por surfistas que queriam pegar umas ondas em “tempos ruins”. Sem ter como, adicionaram rodinhas à pranchas de madeira, no mesmo formato das de surf.
Pois bem. A galera curtiu, o esporte virou febre, e o estilo skate sofreu ramificações. É o que vemos hoje por street, vertical, downhill, etc.

Conheça as principais modalidades:

Street: A mais comum aqui no Brasil, é a modalidade em que o skatista utiliza os obstáculos encontrados na rua (corrimão, escadas, bancos) para fazer suas manobras.

Vertical: Neste estilo, o skatistas andam e fazem manobras sobre pistas curvas. Também pode ser divido em subdividido em half pipe, big air, mini ramp, etc.

Downhill: Ou “montanha a baixo”, começou a fazer sucesso no Brasil com a volta dos longboards. Nesta modalidade, geralmente são usados skates de maior velocidade, com rodas e formato maiores também.

Depois de escolher a modalidade que mais combina com você, é hora de pensar, é claro, no skate.

Modelos de skate

1. O skate mais usado por aqui é o street. Tem tamanho médio, rodinhas e trucks¹ menores e em comparação com os outros modelos, é um dos mais baratos.

2 e 4. Cruiser é o nome dos modelos old school. Foram eles os precursores do esporte na década de 70 na Califórnia.
São menores (geralmente com no máximo 58 cm) e bem fáceis de controlar, tanto pela estabilidade quanto pelo tamanho.
Também podem ser encontrados modelos de fibra, que são mais resistentes e até mais leves.

3. Talvez o mais caro de todos os aqui, este longboard não possui nome específico e segue uma linha mais profissional.
É ideal para quem curte downhill ou simplesmente uma boa velocidade.

5. Vulgo “pranchão”, este é o longboard que mais se assemelha às pranchas de surf e que é bastante usado pra curtir um rolê mais tranquilo, na praia ou no parque.

¹Pra quem ainda não está muito familiarizado, o truck é o eixo do skate, a parte que liga as rodas ao shape.
Eles também variam conforme o modelo do skate e são classificados como baixo, alto, estreito e largo.

Curtiu a brincadeira? Então pra ficar mais por dentro ainda, é legal dar uma lida nas revistas Tribo Skate, CemporcentoSKATE, Vista e Solto (as duas últimas, gratuitas e online).
Prefere filmes? Então dá uma olhada nessa lista bacana do Skateboard Brasil.

Autor:

21 anos, social media, estudante de moda, amante das artes com uma boa dose de feminismo.

Comentários deixe sua opinião sobre esse artigo

0 comentários em “Tô afim de comprar um skate!”

Deixe um comentário simpático :D