compartilhe:

Grafismo na decoração

O grafismo nunca abandonou o design de interiores, e com as estampas étnicas com tanta frequência aparecendo na moda de vestuário, o estilo é transmitido com muito mais força para os ambientes. O grafismo na decoração aparece em peças fáceis de aplicar e cheias de personalidade.
Dá profundidade e movimento, e ainda de quebra diminui a necessidade de muitos itens, tornando perfeito para os atuais apartamentos minúsculos.

grafismo na decoração

O grafismo em resumo é a combinação de traços e formas geométricas simples com repetição, tamanhos variados, que ganham certo “ritmo”. É muito encontrado em estampas étnicas de diversas tribos, das mais diversas regiões do globo, mas não se limitando a isso.

O grafismo na decoração é coringa para espaços pequenos. Com poucas peças é possível criar a repetição necessária para que o ambiente tenha unidade. É fácil de combinar com peças lisas e uma boa composição é capaz de ampliar o espaço sem deixar a sensação de monotonia.

Uma dica é aplicar o mesmo motivo (padronagem) em várias cores, ou diferentes motivos na mesma cor. Isso funciona especialmente bem em almofadas.

grafismo na decoração composição

É importante pesar na relação entre quantidade de estamparia (ou outra aplicação) e o “peso visual” que ela dá ao ambiente.

Ou seja, estampas de linhas cheias, grossas e escuras vão deixar o espaço mais denso e chamar atenção, nesse caso é preciso usar em áreas menores; já se você quiser usar em áreas maiores opte pelo tracejado, pontilhado e motivos com mais área de respiro (áreas livres, como partes brancas, por exemplo).
Se você conseguir absorver bem essa ideia será capaz de criar até degrades com essas padronagens.

Peso visual e equilíbrio são importantes no uso de grafismos na decoração

Mesmo em ambientes grandes é preciso ter bom senso. O grafismo na decoração, principalmente o africano e indígena, é muito impactante. Poucos elementos já conseguem dar conta do ambiente inteiro. O uso em excesso vai fazer o ambiente parecer “temático”, e no geral não é isso que queremos.

Se usar na parede, não use nos móveis e objetos de decoração para não ficar cansativo.

Variações de aplicação de grafismo na decoração

O grafismo étnico

O étnico aparece aqui, porque muitas vezes o grafismo é uma parte de uma cultura: indígena, africana, indiana, tribal, etc.
Para gente pode parecer arte, mas para essas tribos e povos na verdade pode ser parte de algum costume e/ ou cotidiano. Então, muitas vezes tem algum significado bem mais profundo do que podemos imaginar. Talvez você se interesse por entender mais e optar por um estilo de uma única região que combine mais com você para compor sua decoração.

Tribal Patterns

Quando a gente fala de tribal patterns a gente tá falando de padronagens no estilo tribal de forma geral. Podem ser mais curvas, mais retas, mais desenhadas, etc.

grafismo tribal

Indígena brasileiro

É muito difícil falar de grafismo indígena brasileiro como se fosse uma coisa só. É como falar que chinês e japonês é igual – chega a ser desrespeitoso.

O Brasil tem hoje mais de 200 diferentes povos indígenas, na época do descobrimento passavam de 1.300: cada um com sua língua, costumes e grafismos próprios.

De qualquer forma (e tribo) o grafismo dos índios brasileiros é incrível. De forma geral representam elementos da natureza, mesmo aqueles geométricos que parecem abstratos.

grafismo indígena brasileiro Xingu

Grafismo Indígena: Compreendendo a representação abstrata na pintura corporal Asurini

Polinésio

Na polinésia também há diversas tribos diferentes.

A cultura Maori (Nova Zelândia) me encanta bastante e ela acaba sendo bem conhecida pelo Moko (tatuagem Maori). O Ta Moko é uma língua, e a tatuagem costumava servir para demonstrar suas conquistas, ou seja, aquele monte de curvas e linhas são como um tipo de texto que conta a história da pessoa (quanto mais tatuagens, mais conquistas).

Um detalhe importante do Ta Moko é que as áreas brancas também são importantes e conta parte da história.

Grafismo maori na decoração

Indiano

Na Índia existe o costume milenar de pintar o corpo com alguns grafismos em momento como o casamento, enterro e batismo. As noivas pintam as mãos, braços e pés com um tipo de tatuagem de henna antes do casamento para trazer boa sorte na vida nova, essa pintura se chama Mehndi, e também já foi absorvida pelo mundo da moda.

Na decoração de interiores o motivo indiano difere dos outros étnicos porque são linhas muito mais sinuosas e delicadas, perfeito para quem quer algo romântico, mas não tanto rococó.

grafismo indiano

Outros grafismos na decoração

Ok, nem tudo precisa ser profundo e significativo assim, né? Você pode só gostar de grafismo na decoração mesmo.

Além dos grafismos étnicos, você pode se interessar por outras formas que o design de interiores absorveu.
O importante é tem 4 elementos básicos: repetição, ritmo, equilíbrio e escala.

Motivos geométricos

grafismo geométrico na decoração

Motivos 3D (ilusão ótica)

ilusao de otica com grafismo 3d

As estamparias também fazem parte da moda mesmo no design de interiores, então algumas padronagens básicas você pode encontrar com facilidade, porque são tendência atual no design de móveis e decoração.

Grafismo na decoração: chevrons

Chevron como grafismo na decoração

Grafismo na decoração: quatrefoil

grafismo quatrefoil

Grafismo na decoração: greek key

greek key como grafismo na decoração

Autor:

Publicitária, por formação. Webdesigner, por curiosidade. Chocólatra, por vício. Mulher, por falta da opção de ser uma menina super-poderosa e salvar a cidade de Townsville.

Comentários deixe sua opinião sobre esse artigo

1 comentário em “Grafismo na decoração”

Deixe um comentário simpático :D

  • Allie disse:

    ALUMNO DE INFORMATICA, BUENO AMIGO YA PASARON VARIOS DIAS Y NO VEO LA DEMANDA, Y POR SI ACASO DECIS QUE SOS DE derecho(primero demada a MICROSOF por tener un SISTEMA OPERATIVO tan mediocre y luego LEE las leyes de delitos informaticos).Y POR SI ACASO EL VIRUS LO REALIZO “UN ALUMNO X” DE 1er Semestre.ALUMNO X: El alumno X, ha alcanzado un nivel inimaginable del cual creemos que “NO TIENE VIDA PRdO&A…!!!I#8221;.ResponPer