compartilhe:

Deu bolinhas no esmalte. E agora?

Verão, calor, estação da alegria e você decide usar uma cor bem feliz nas unhas pra combinar com o clima radiante. E de repente surgem uma, duas, três, infinitas bolinhas na superfície do esmalte. Mas por quê? De onde vem? Como vivem e do que se alimentam?

Bolinhas e furos no esmalte

Por que acontece?

As bolinhas são formadas pela força que o solvente tende a fazer contra a película de esmalte ao evaporar (processo que proporciona a secagem). Acontece quando o solvente seca antes da resina, quando o correto era os dois secarem ao mesmo tempo, na mesma velocidade.

Coisas que favorecem o surgimento de bolinhas no esmalte:

  • Calor (temperatura corporal alta)
  • Vento
  • Esmalte com a fórmula grossa (viscosa)
  • Esmaltar com pressa
  • Usar muitas camadas de esmalte
  • Passar muitas vezes o pincel sobre as unhas – quanto menos pinceladas melhor
  • Condicionamento inapropriado (se o esmalte é guardado num local muito quente)

Como evitar?

1 – Se estiver quente, tente esfriar suas mãos: alguns segundos debaixo de água fria, ou brincando com gelo ajudam. Pode repousar as mãos no congelador, mas a Eletropaulo não recomenda esse tipo de desperdício de energia. Outra opção? Usar Spray secante de esmalte antes de esmaltar, a maioria deles dá uma “gelada” na mão. Borrife nas mãos, limpe para não deixar as unhas meladas e e só esmaltar. Segurar uma garrafinha com água gelada durante o processo também ajuda mas exige coordenação motora. Tomar um copo de água gelada também é bem vindo.

2 – Se for pra esfriar, eu posso ligar um ventilador né? Err… mais ou menos. O excesso de ventilação no ambiente ajuda a criar bolhas no esmalte. O vento contínuo (ventilador, secador de cabelo) atrapalha a evaporação correta do solvente.

3 – Se você esmaltar com pressa, não vai conseguir controlar direito a quantidade de tinta sobre as unhas. Camadas grossas são mais propensas a criar bolinhas de ar porque demoram mais para secar.

4 – Evite muitas passadas de pincel. Além de não uniformizar a camada de tinta, entre uma e outra está jogando mais ar pra cima da unha.

5 – Usar muitas camadas também atrapalha. Mas se não tiver jeito, espere o esmalte secar entre uma camada e outra, se passar a próxima camada com a anterior molhada, é bolinha na certa. Passou a primeira camada? Está sequinha? Então passe a segunda. Assim a evaporação do solvente acontece de maneira correta (porque ele não tem obstáculo algum para passar, no caso, várias camadas) e fica sem bolinha.

6 – Esmalte com fórmula grossa. Como são produtos voláteis, às vezes alguns compostos evaporam deixando o esmalte mais grosso. Pingue umas gotas de diluente para esmalte e dilua um pouco o danado. Com o esmalte mais fino e fluído, será mais fácil aplicar.

7 – Evite agitar demais o vidro de esmalte. Se precisar misturar a tinta, prefira rolar o esmalte até a cor e consistência voltarem ao normal. Eu admito que não tenho paciência pra isso: prefiro agitar loucamente e deixar o vidro descansar um pouco antes de passar nas unhas.

Fiz tudo isso e nada deu certo!!!

Antes de sentar e chorar, você pode:

(  ) Desistir:

(  ) Ou apelar para o top coat salvador, que disfarça as bolinhas. Depende da qualidade do dito cujo.bolha furada no esmalte

(  ) Ou arriscar apertar as bolhas, com o esmalte quase seco, claro! Pressione levemente as bolhas para eliminar o “ar” e passe top coat pra disfarçar. Dependendo do tamanho da bolha, o top coat sozinho pode estourá-la e ficar um furo preto na esmaltação. Pressionar as danadas evitará os furos.

(  ) Ou lixar as bolhas. Com o esmalte bem seco, pegue uma lixa de polir (aquelas menos abrasivas) e lixe a região da unha onde surgiu a bolha. Retire o pó e faça o remendo com o esmalte. Essas duas últimas opções requerem prática, CORAGEM e habilidade.

Lembrando que todas as dicas também valem para a base.

Tags:

Autor:

Designer, viciada em esmaltes e tipografia. Fetichista, andarilha e ri muito alto. Acredite, gosta de futebol. Em busca de um namorado palmeirense para acompanhá-la nos estádios.

Comentários deixe sua opinião sobre esse artigo

0 comentários em “Deu bolinhas no esmalte. E agora?”

Deixe um comentário simpático :D