compartilhe:

Alta costura, muito prazer

Este post já é um pouco antigo, mais especificamente de quando eu comecei a estudar moda, três anos atrás.
Assim como muita gente, eu também não entendia o porquê dos valores exorbitantes da alta costura. Ai então, pesquisei e descobri que a Haute Couture é tão importante e incrível quanto a maioria pensa, além de exercer papel fundamental em outras áreas da moda. Bora ver!

Alta Costura

A alta costura foi fundada por volta do meio do século XIX e desde então é estritamente elitista. Essas peças são costuradas a mão e são trabalhadas em tecidos nobres, ou seja, são verdadeiramente uma obra de arte, custam caro mesmo e são para poucos.

Mas vamos lá: Por que são tão cobiçadas e tão importantes assim? Pois bem, para entrar no mundo da alta costura, o Chambre Syndicale de la Haute Couture (Câmara Sindical da Alta-costura), estipula que cada membro crie duas coleções por ano; produza 50 peças novas e originais para o dia e para a noite (para cada coleção); que o estilista faça desenhos sob medida para clientes particulares em pelo menos um ou mais tamanhos; e que sejam contratadas pelo menos 20 pessoas em período integral em sua própria oficina parisiense. E além de tudo isso, todas as peças devem ser costuradas à mão.

Alta costura Por se tratar de algo extremamente trabalhoso, e como eu já disse caro, essa indústria diminuiu muito e vários estilistas mudaram seus perfis e hoje vendem coleções prontas, óculos, bolsas, sapatos, chapéus e afins. Nessa, obviamente conseguiram muito mais clientes com um rítimo de produção mais acelerado. Já não dependiam mais de alguns poucos.

Mesmo com a queda no número de estilistas (começou com setenta representantes e hoje são onze) e com os baixos orçamentes para que essa industria gire e cresça, ela não deixa perde sua importância. Segundo João Braga, historiador de moda, a alta costura é fundamental para sustentar as outras realidades da moda. “Essa ateliers funcionam como laboratórios de inovação”.

Apesar de serem desenvolvidos a mão, esses produtos são capazes de antecipar tendências, revolucionar técnicas e porque não, inovar. “É na alta-costura que são desenvolvidos os produtos mais elaborados e representativos de um processo de criação em que a imaginação não tem limites e as peças são confeccionadas independente dos custos”, José Luis de Andrade, mestre em moda e Professor do Centro Universitário Senac.

(fonte: Livro Ismos – Para entender a Moda; Revista Caras Fashion)

Alta Costura

Alta Costura

Alta Costura

Autor:

21 anos, social media, estudante de moda, amante das artes com uma boa dose de feminismo.

Comentários deixe sua opinião sobre esse artigo

0 comentários em “Alta costura, muito prazer”

Deixe um comentário simpático :D