compartilhe:

Acetona ou Removedor Sem Acetona

Acetona ou RemovedorFazer as unhas: cortar, lixar, tirar cutícula, passar base, escolher um esmalte bonito, finalizar com top coat, pronto, #togata. Enjoei e quero fazer tudo de novo: hora de tirar o esmalte.

Nada de raspar com as unhas ou com os dentes (sim, tem gente que tem tique -nervoso-prazer em arrancar o esmalte com os dentes), porque isso retira a película protetora da unha, descama e as enfraquece. Além disso, a pressão exercida pode causar deformações e desnivelamentos na superfície das unhas.

Como um produto químico, o esmalte dissolve quando entra em contato com solvente: a Acetona ou o Removedor de Esmalte.

Tem diferença? Tem. Normalmente as acetonas são mais baratas, mais fortes, tiram o esmalte mais rápido, mas ressecam a pele e há quem diga que isso enfraquece as unhas. A prova disso é o esbranquiçado que fica na pele depois de usar acetona. Esse esbranquiçado é uma consequência da rápida evaporação da acetona, que se dispersa no ar levando a água junto consigo (por isso o ressecamento).

Acetona

A Acetona inclusive, em dosagens diferentes, é um solvente conhecido na indústria de tintas e vernizes. É um solvente volátil, que evapora – por isso evite deixar o pote muito tempo aberto, não apenas pelo desperdício (afinal ele vai evaporar e sumir do vidrinho), mas também pela inalação em excesso dos vapores que podem agredir a mucosa da boca e desestabilizar o sistema nervoso. Acetona evapora mais rápido que álcool etílico, logo bem mais rápido que a água. A exposição aos vapores a longo prazo podem comprovadamente (em testes de animais) causar danos comprovados à saúde. Por ser de fácil acesso, algumas pessoas a usam como droga inalante, como a cola de sapateiro. Mas isso gera outra conversa ainda mais longa… Ok, fui dramática. Meus amigos químicos dizem para não me preocupar porque a quantidade de acetona que usamos no dia a dia é pequena para ser tão prejudicial assim, afinal foi ajustada para o uso caseiro.

Minha dermatologista não concorda com isso. Aliás, é uma tendência dos dermatologistas indicar o uso de Removedores de Esmalte sem acetona para evitar o desenvolvimento de alergia.

Removedor sem acetona

A grande maioria dos Removedores de Esmalte vem com um selo “sem acetona”. Alguns vem com óleos hidratantes e emolientes para cuidar das suas mão minimizar os danos que podem fazer . No lugar da acetona, eles possuem acetato de etila, um solvente menos volátil que a acetona (ou seja, evapora menos), mas um pouco mais fraco que a mesma, sendo inclusive usado na formulação de essências. Então teoricamente eles fazem menos mal que a acetona comum, sendo por isso mais caros. Os defensores da acetona afirmam que alguns removedores possuem substâncias em suas formulações tão ou mais nocivas que a acetona.

Meus Deus, meus dedos vão cair?

Não, calma cara. Como disse acima, a dosagem de acetona para uso doméstico é pequena e não causaria tanto mal assim. Também tem a alternativa dos removedores, que são quimicamente mais fracos. Melhor ainda, os removedores para alérgicas, que evitam o uso de compostos que podem provocar alergia. E os lencinhos, não esqueça dos lencinhos removedores de esmalte.

Pessoalmente, as minhas unhas começaram a quebrar bem menos desde que parei de usar acetona e aderi ao Removedor sem acetona – lembrando que tenho uma boa alimentação, sempre uso boas bases antes de esmaltar, hidrato minhas mãos e bebo muita água todos os dias.

Autor:

Designer, viciada em esmaltes e tipografia. Fetichista, andarilha e ri muito alto. Acredite, gosta de futebol. Em busca de um namorado palmeirense para acompanhá-la nos estádios.

Comentários deixe sua opinião sobre esse artigo

0 comentários em “Acetona ou Removedor Sem Acetona”

Deixe um comentário simpático :D