compartilhe:

Depressão: O que é, quais seus sintomas e qual o tratamento?

DepressãoDepressão deixou há muito de ser um estado de espirito para se tornar uma doença séria, que anda afetando cada vez mais pessoas com o passar dos anos, numa faixa etária cada vez maior. A depressão é caracterizada por ser um distúrbio afetivo onde tristeza, melancolia, pessimismo e baixa estima se misturam entre si, podendo servir de porta para inúmeras outras situações ruins como o uso de drogas, a auto-flagelação e em casos mais graves homicídios e suicídios.

A depressão altera a maneira como a pessoa vê o mundo, como pensa, como se relaciona, como dorme, como come. É muito mais do que apenas estar de mal humor ou de mal com a vida. Existem diferentes tipos de depressão, dentre eles, os mais comuns são:

 

Depressão leve: Na depressão leve, a doença vai e vem, havendo períodos em que ela está forte e outros que ela nem existe. Normalmente essa variação começa após algum acontecimento ou acidente traumático.
Depressão grave: Diferente da depressão leve, a grave não conta com oscilações de comportamento e humor. São longos períodos(de no minimo 2 semanas) de desânimo, falta de prazer em tudo, distúrbios no sono, sentimento de culpa, idéias pessimistas e etc.
Depressão crônica: É uma mais longe, onde a tristeza se prolonga por no minimo dois anos. Os sintomas são bem similares aos da anterior, porém, mais leves e duradouros. A pessoa costuma se sentir cansado o tempo todo e tem pensamentos pessimistas constantes, não vendo animo para nada.
Depressão pós-parto: É muitas vezes causado pela grande quantidade de hormônios liberados durante e após a gravidez. Também pela sensação de não ser boa o suficiente para criar o filho, ou não conseguir alcançar as expectativas alheias.
Depressão Reativa: Na depressão reativa, como o próprio nome sugere, o paciente começa a ter os sintomas após passar por um momento extremamente estressante e/ou traumático, no qual não soube como reagir ou nunca chegou realmente a superar. Esse tipo de depressão pode avançar para estágios mais graves se não for tratado rapidamente.

depressão

Claro que tem dias que estamos apenas tendo um dia ruim, mas se esse pensamento começar a durar por muitos dias, o problema pode estar no meio como você vê as coisas. Alguns dos sintomas mais recorrentes são

  • Angustia ou ansiedade por nada em específico
  • Desinteresse e falta de ânimo para tudo
  • Falta de apetite, desregulação do sono, diminuição do apetite sexual
  • Romantização da morte, pensamentos suicidas
  • Dores de cabeça, musculares, falta de concentração
  • Ver tudo com uma visão negativa, tristeza sem motivo

Não há uma cura milagrosa e certa, como temos para a gripe. A depressão é uma doença diferente, que deve ser tratada com muita paciência e auxilio, seja familiar, amigo ou profissional. O melhor mesmo é que seja dos três grupos.
Remédios podem ser receitados para aumentar hormônios de prazer e felicidade, mas o risco de se viciar nessa falsa sensação de bem-estar é grande e precisa sempre ser controlada. O principal é realmente a força de vontade. Sei que não é fácil, sei que falar é muito simples, mas é algo de verdade.

O paciente precisa querer melhorar e receber total apoio para isso. Precisa ser levado a sério e, muitas vezes, por toda a vida.

Tags:

Autor:

Curte livros, podcasts e acha que o amor é importante. Adora azul, tem uma playlist só para cozinhar e só continua escrevendo porque disseram que ela era boa nisso.

Comentários deixe sua opinião sobre esse artigo

0 comentários em “Depressão: O que é, quais seus sintomas e qual o tratamento?”

Deixe um comentário simpático :D