compartilhe:

Como abrir sua primeira empresa (MEI – apenas para São Paulo)

Se você é freelancer, blogueiro, empreiteiro ou qualquer dessas coisas em que você não tem patrão, ou seja, trabalha “por conta própria”, você pode (e deve) se formalizar como empresário. Ou seja, abrir sua primeira empresa – com CNPJ, emissão de nota fiscal e todas essas coisas.

A boa notícia é que desde 2008 você pode abrir sua primeira empresa de forma muito fácil, sem precisar de contador e com um custo muito muito baixo. Esse é o MEI (Microempreendedor Individual).

Para ser considerado um Microempreendedor Individual você deve ter rendimento de no máximo R$60.000,00/ano – em média R$ 5.000,00/mês.

Vantagens de formalizar:

  • Facilidade na hora de abrir conta em banco, pegar empréstimo, etc.
  • Poder contratar até 1 funcionário com salário mínimo.
  • Ficar isento de tributos federais (como o Imposto de Renda).
  • Cobertura previdenciária (auxílio-doença, auxílio-maternidade, etc.).
  • Consultoria contábil gratuita para formalização.
  • Apoio do SEBRAE.

MEI - Primeira Empresa

O que você como microempreendedor precisa pagar?
Pagamento mensal de R$ 39,40 – 5% do salário mínimo para o INSS + R$ 1,00 ou R$ 5,00 dependendo da categoria (comércio e indústria ou prestador de serviço).
Ou seja, R$44,40 no máximo por mês.
E só.

E como abrir sua primeira empresa (MEI)?

1) Entre no Portal do Empreendedor, clique no MENU “MEI – Microempreendedor Individual”, depois no submenu “Formalização”.

2) Faça seu cadastro:
CPF e data de nascimento. Número do recibo da declaração do imposto de renda se for o caso, ou número do título de eleitor.
RG, telefone e coisas do tipo.

Nota: Na hora de escolher a atividade, se você for blogueiro coloque “digitador” (digitador é um código pra uma categoria inteira, redação está nessa categoria).
Você pode colocar até 15 ocupações secundárias.

O resto o sistema preenche automaticamente.

Pronto. Você já está inscrita como MEI e deve pagar o DAS.

Para pagar mensalmente o DAS entre no site da receita e emita o boleto – se pagar com atrasado tem multa e juros.

E para emitir nota fiscal?

1) Para emitir nota fiscal, você precisa de uma “Senha Web” para configurar sua conta.
Entre no site da prefeitura de sampa e faça a solicitação.

2) Então, você vai precisar ir até Posto de Atendimento da Prefeitura (no Vale do Anhangabaú, pertinho do metrô), no dia leve o certificado de Microempreendedor (que você tira no Portal do Empreendedor), o RG e o CPF.

3) Após cinco dias úteis, você vai acessar o site da nota fiscal paulistana e clicar no menu esquerdo “Autorização para emissão de nota”.
Pronto, dentro de algumas horas vai aparecer pra você no menu um link “Emissão de NFS-e” que é onde você vai emitir todas as notas fiscais que precisar.

Pronto.

Na dúvida, ligue para o SEBRAE e se informe: 0800 570 0800 (telefone gratuito).

Lembrando que isso vale pra cidade de São Paulo, se informe na prefeitura ou no SEBRAE pra saber como funciona no seu município.

Autor:

Publicitária, por formação. Webdesigner, por curiosidade. Chocólatra, por vício. Mulher, por falta da opção de ser uma menina super-poderosa e salvar a cidade de Townsville.

Comentários deixe sua opinião sobre esse artigo

1 comentário em “Como abrir sua primeira empresa (MEI – apenas para São Paulo)”

Deixe um comentário simpático :D