10 dicas práticas para mais autoconfiança e força interior

10 dicas práticas para mais autoconfiança e força interior


vamos à academia para treinar nossos músculos e resistência. Como resultado, temos mais resistência, nos sentimos mais em forma e vivemos mais. Não seria maravilhoso se também tivéssemos esse tipo de treinamento para nossa força interior?

Com uma autoconfiança saudável, temos mais resistência para os desafios espirituais de nossa vida. Temos menos medo de conflito. Temos a coragem de perseguir nossos sonhos e objetivos. Suportamos os altos e baixos da vida sem jogar a toalha.

Como a força interior é pelo menos tão importante quanto um corpo em forma, temos 10 dicas práticas para você se tornar mais autoconfiante.

Como mostra a autoconfiança e a força interior?

Mas primeiro vamos falar sobre como mostra a força interior. Como as pessoas confiantes se comportam? Como seria sua vida com mais autoconfiança?

Recurso 1: você acredita no seu valor

O alicerce de uma auto-estima saudável é a crença em seu valor próprio. Você acredita que é uma pessoa valiosa. Você acredita que merece amor, amizade, sucesso e uma vida boa.

Se você tem baixa auto-estima , pode estar se sabotando. Você provoca discussões porque acredita nas profundezas de seu subconsciente que seu parceiro mais cedo ou mais tarde o deixará de qualquer maneira, porque você não o merece. Ou você nem mesmo se candidata ao emprego dos sonhos porque acha que não é bom o suficiente para ele.

Portanto, uma auto-estima saudável é importante para que você cumpra os requisitos para se empenhar por uma vida boa e pelo sucesso.

Recurso 2: você é corajoso

Você não alcançará todos os seus sonhos e objetivos. Às vezes, você não conseguirá o emprego dos sonhos. Talvez seu coração seja partido um dia. A autoestima não protege contra falhas e lesões.

Mas se você não ousar, não vai ganhar! A força interior também se manifesta na coragem de enfrentar desafios e incertezas. Você também pode ter medo. Mas com uma boa dose de autoconfiança, você é pelo menos tão otimista que pode lidar com as consequências se as coisas derem errado.

Leia também  7 Dicas para mais satisfação em sua vida

Coragem está no início da ação, felicidade no final! – Demócrito

Recurso 3: você é otimista

A confiança também o torna otimista. Isso não significa negar problemas. Em vez disso, trata-se de uma atitude positiva em relação à vida com a qual se diz “Eu posso fazer isso”.

O que muitos esquecem é que a força interior e o otimismo não significam que você pode fazer tudo sozinho. Pelo contrário! A força interior fica mais evidente quando se pede ajuda. Este passo geralmente exige coragem e o torna vulnerável. Somente quem tem autoconfiança suficiente ousa pedir ajuda no momento certo.

Um otimista é alguém que pensa que tudo é metade ruim ou duas vezes melhor. – Heinz Rühmann

Recurso 4: você é autêntico

A autoconfiança nos dá a liberdade de ser completamente nós mesmos. Porque a gente só se adapta porque tem medo de ficar de fora do grupo. Ou queremos ser especiais e admiráveis ​​e, portanto, fazer um show para os outros.

Mas a vida é muito mais tranquila e bonita quando somos apenas nós mesmos! Podemos perseguir nossas inclinações e interesses reais. Podemos realizar nossa vida de sonho. E se também tivermos uma auto-estima saudável ao mesmo tempo, não temos medo de ser rejeitados pelo nosso verdadeiro nós.

De onde vêm as dúvidas e os medos?

Os bebês são admiráveis. Porque eles nascem com um senso de valor próprio ininterrupto. Eles acreditam firmemente que merecem todo o amor, calor, atenção e leite materno do mundo. E é dado a eles também

Só quando ficam mais velhos é que eles têm que tornar o mundo seu. Você se tornará mais independente e enfrentará desafios. Você tem que correr, falar com estranhos, compartilhar doces e assim por diante. Às vezes, algo dá errado. Acima de tudo, repreensão e crítica semeiam dúvidas.

Essas dúvidas se aprofundam no subconsciente e se transformam em crenças. Por exemplo, “Não gosto de falar com estranhos” ou “Sou muito barulhento e exaustivo”. Felizmente, como adultos, podemos cavar as profundezas de nosso subconsciente. Agora temos 10 dicas práticas para você.

10 dicas para mais autoconfiança e força interior

Dica 1: postura ereta, respiração profunda

Nosso corpo afeta nossa mente . Uma postura ereta não só faz você parecer mais confiante para os outros, mas na verdade o torna mais confiante.

É o mesmo com nossa respiração. Uma respiração profunda e calma sugere à sua mente que está tudo bem. Respirar com calma ativa o sistema nervoso parassimpático, que interrompe a ansiedade e o estresse.

Portanto, não perca a autoconfiança em situações difíceis mantendo conscientemente o corpo ereto e respirando profundamente. Na melhor das hipóteses, você também pratica a respiração na vida cotidiana por meio de meditação ou exercícios respiratórios.

Dica 2: pratique esportes com objetivos claros

Nossa força física influencia nossa força interior . Em um corpo forte e em forma, você automaticamente se sente mais forte por dentro. Então você tem mais um motivo para enxotar seu lado fraco do sofá!

Leia também  Como se livrar da dor da perda amorosa

Além disso, estabeleça metas para si mesmo ao praticar esportes. Porque o esporte é ideal para lhe dar uma sensação inspiradora de realização. Afinal, você pode definir seus próprios objetivos e tê-los em suas mãos para alcançá-los com um pouco de esforço e esforço!

Comece pequeno. Por exemplo, se você está apenas começando a correr, defina sua meta para correr apenas 5 minutos por vez. Em seguida, 8 minutos. Depois, 10 minutos e assim por diante. Isso lhe dá uma sensação de realização após a outra e seu subconsciente ancora a crença “Eu posso fazer isso!”

Dica 3: ouça bem

Nada é melhor do que ser devidamente compreendido. Talvez você já tenha experimentado isso: uma conversa com alguém que realmente ouve você. E o quanto você admirou essa pessoa? Você se sentiu confortável com essa pessoa?

Agora imagine que você pode ser essa pessoa. Outras pessoas gostam de estar perto de você. Eles gostam de estar com você, valorizam sua atenção, sua empatia, sua opinião.

Se você ouvir bem, outras pessoas irão apreciá-lo. Isso não é um grande impulso para a sua autoconfiança?

Dica 4: observe os sucessos e pratique a gratidão

Você já é uma pessoa de sucesso com uma vida maravilhosa. Você apenas tem que manter as coisas boas da sua vida em mente!

Você pode fazer isso, por exemplo, em um diário de sucesso ou um diário de gratidão. Registre seus sucessos diários e momentos de felicidade – não importa o quão grande ou pequeno seja!

Também não se trata de ser melhor ou mais bem-sucedido do que os outros. Guarde esta lista apenas para você. Acima de tudo, preste atenção ao seu progresso. O que você pode fazer melhor hoje do que ontem? Este ritual diário mostra o quão bem-sucedido você já é e fortalece sua autoconfiança a cada entrada

Dica 5: anote as afirmações e medite

Normalmente, as crenças negativas são a razão para a baixa auto-estima. No fundo do seu subconsciente, você acredita que não tem valor, não é adorável, não é inteligente o suficiente.

Claro, isso não é verdade. Essas declarações representam apenas o que você acredita sobre si mesmo. As afirmações positivas são adequadas como antídoto. Todos os dias, escreva o que você gostaria de acreditar sobre si mesmo. Ou use essas afirmações no início de uma meditação. Aqui estão alguns exemplos:

“Eu sou autoconfiante.”

“Eu sou bem sucedido.”

“Eu mereço sucesso.”

“Eu sou adorável.”

“Eu sou uma boa pessoa.”

Dica 6: tire um tempo da pressão para realizar

A competição constante e a pressão constante da sociedade competitiva arranham nossa força interior. O mundo parece nunca dormir e é por isso que às vezes reivindicamos mais recursos internos do que temos.

Leia também  Quem sou eu? - As perguntas mais importantes sobre autodescoberta

É por isso que é importante simplesmente desligar. Crie um intervalo quando você não precisa ser forte. Isso pode ser, por exemplo, uma noite relaxada assistindo TV enquanto assiste a um reality show realmente ruim. Ligue a TV – desligue o cérebro.

Ou desligue o celular conscientemente depois do trabalho e só volte a trabalhar no dia seguinte. A força também pode ser vista no fato de que você faz pausas e relaxa da agitação do mundo.

Dica 7: seja vulnerável e aberto para outras pessoas

A fraqueza é um sinal de força. É preciso muita coragem para ser vulnerável. Mas vale a pena, porque seus semelhantes podem entendê-lo melhor e se conectar com você em um nível mais profundo.

Por exemplo, compartilhe uma memória de infância com alguém que você não contou a ninguém antes. Ou admita se você não sabe de algo ou acha difícil. Sua contraparte não apenas apreciará sua abertura, mas também a refletirá. Essa conexão em um nível mais profundo lhe dá força interior.

Dica 8: enfrente desafios

Defina desafios. A chave é sair da sua zona de conforto e fazer coisas das quais você costuma se esquivar. Como é bom quando você pode fazer algo que você tem recuado por tanto tempo! E se der errado: não se desespere! Cada passo para sair da sua zona de conforto é um sucesso!

Dica 9: faça algo bom para outras pessoas e assuma a responsabilidade

É incrivelmente bom fazer algo de bom para outras pessoas. Faça biscoitos para seus colegas. Dê flores a alguém. Organize um passeio com seus amigos. Faça um pequeno projeto sobre como você deseja fazer algo de bom para seus semelhantes e, em seguida, vá em frente e faça isso. Nada lhe dá mais autoconfiança do que apreciar a gratidão e o apreço de outras pessoas. Portanto, hoje seja muito egoísta e faça algo pelos outros ;-).

Dica 10: faça algo bom para você e invista no seu desenvolvimento pessoal

Sua visita ao FlowFinder é um passo na direção certa para obter mais autoconfiança e força interior. Porque o nosso objetivo é o desenvolvimento pessoal!

Dê a si mesmo um pouco de tempo todos os dias para aprender mais sobre você, desenvolver seus pontos fortes e fortalecer sua saúde mental. Porque você vale a pena!

Conclusão: não seja muito autocrítico

Força interior e autoconfiança não são qualidades rígidas que você possui. Em vez disso, é um estado de sua mente. Hoje você pode se sentir fraco, mas amanhã estará explodindo de confiança. Também depende da situação. Não importa o quão confiantes estejamos, sempre nos sentiremos inseguros em algumas situações.

Não seja muito duro consigo mesmo porque você “ainda não” está confiante. É um longo caminho que sobe continuamente. O mais importante é seguir em frente!

Use seu potencial!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.